00:00 / 11:54

Trilha sonora

A partir de agora, a MJapan postará neste  espaço, algumas imagens e relatos
da década de 1970, quando realizamos um mega evemto, fato inédito  até  hoje,
em homenagem aos  imigrantes  japonêses..... nossos pais e avós.

                                                            18 de junho de 2018
 Data oficial  da comemoração dos 110 anos    da  imigração japonesa no Brasil.

4º Nodojiman taikai - Bunka Center

Sem Título-4.png

                          Arquivo - Modern Japan -   janeiro  de 1978        Há 43 anos.

                             70º Aniversário   da Imigração Japonesa no Brasil.

 

Em homenagem  aos 70  anos  da  imigração  japonesa  no  Brasil,  a   equipe

Modern Japan, formada então por jovens de 20 à 25 anos, teve a ousadia   de

trazer um dos maiores ídolo da canção popular  japonêsa daquele momento.

 

Tudo começou no início dos anos 1970. Não havia muitas opções de diversões

para os jovens da época.  Havia os  cinemas     que passavam    filmes  japonês

mas os jovens, em geral, eram  muito  tímidos,   considerando  que  boa  parte

tinha saído do interior  para  estudar  e trabalhar.  Todos gostavam de música

popular  japonesa,   e   assim,   começaram  a  se  reunir nos finais de semana,

para tocar algum instrumento,  cantar  e  fazer novas  amizades.   Desse meio

surgiu a   Modern  Japan,    para  reunir, não  só  os  jovens de São Paulo, mas

também  do  interior  e de outros estados.       Além das apresentações em que

eram convidados como uma banda, em clubes dos bairros e das cidades próximas, o grupo   organizava bailes e concursos de nodojimans ( com banda  ao vivo ) no bairro da Liberdade, com muito  sucesso .                                                                

                                                            Ainda que muito jovens, com uma  experiência   em      proporcionar                                                                    entretenimento aos jovens, os integrantes da   Modern   Japan, com a                                                                    ousadia típica da juventude daquele tempo, resolveram partir     para                                                                    algo muito maior, um verdadeiro sonho, de trazer um cantor famoso                                                                    para o Brasil.   Seria um presente para os pais e avós que deram duro                                                                    como imigrantes num país distante.

                                                            Hoje, essa recordação é como se fosse um vinho      raro  envelhecido,                                                                    com aroma e sabor típicos, porque ,o que foi feito   naquela época foi                                                                    um marco para todos do grupo,  e  também   um  fato  histórico     na                                                                    comunidade nikkei.  Antes dele, apenas   a cantora Missora      Hibari                                                                    havia se apresentado    para um público grande, no   distante ano  de                                                                    1969.  Mas  agora,  a   ousadia  era maior e o objetivo foi  de  alcançar

                                                            um publico bem maior.   Desde   1977,   quando  surgiu a idéia, e até a                                                                    chegada do astro, foram exatamente cinco meses de muita pressão e                                                                    trabalho. Numa  época  sem internet, sòmente com a  divulgação ba-                                                                    seada em veículos da coletividade  nikkeis e com  voluntários dispos-

                                                            to a divulgar cada qual em sua associação. Felizmente a divulgação de                                                                  boca a  boca,   alcançou    grandes   proporções   e  um  mês  antes  do                                                                    evento , já  haviamos    garantido   70%     do    público,    uma  vez que

                                                            infelizmente , não contávamos  com  nenhuma  empresa de pêso  que

                                                            pudessem participar com as cotas de patrocínio para amenizar    um

                                                            pouco   das nossas  despesas ,  a     maioria  com   receio, por parte da                                                                    nossa idade  para um projeto   do tamanho dessa magnetude..     Mas

                                                            tivemos o mais importante , que foi o apoio  moral,  de muitas    enti-

                                                            dades que nos motivaram a ter o sucesso almejado.

                                                            A equipe do cantor era composto no total de 15 elementos, desde eng.

                                                            de som, apresentador  para  narrativa  do  show,  principais  músicos,                                                                   onde na parte do teatro,  todos da equipe  transformavam em elencos                                                                   onde conseguiram o maior aplausos do públicos, presentes nos shows

                                                           Foram  4  sessões,  em janeiro de 1978,  no  maior complexo   esportivo                                                                 do   Estado  de   São  Paulo,  ( Ginásio  de  Ibirapuera )  e   Estádio     do Moringão, em  Londrina,   PR ,que devemos muito ao apoio do  então Deputado Diogo Nomura (conter- râneo Mariliense ) que nos ajudou muito   a conseguir o agendamento justamente para o primeiro mes

da abertura do 70º aniversário da imigração.  Totalizando  a presença  de  quase  43  mil  fãs   do   ídolo. Um  fenômeno na época. Do evento, temos apenas    poucas imagens,    porque  não   tivemos a  preocu-

pação de deixar registros  do acontecimento,  mas  achamos  que seria  injusto não divulgar  o      fato  e  agradecer  a  todos  aqueles que apoiaram  e   compareceram  àquele  evento,  mesmo   residindo    bem longe ( Amazonas, Pará, Tocantins , Sergipe, Mato Grosso,     R.G do Sul,  Esp  Santos, RJ ) -  todos    com  lotação    de    2   a   5   onibus  fretados  com todas as dificuldades. Neste ano, em que se completam  40  anos  daquele  show memorável do  grande  cantor   Hashi  Yukio,    gostaríamos de deixar aqui o nosso    M U U ITO   ARIGATÔÔ ! a todos os que prestigiaram o acontecimento. Sabemos  que muitos deles não

estão mais  conosco e  outros podem ter dificuldade  de se lembrar, por causa da idade. Mesmo    assim, apresentamos as imagens do nosso arquivo para que as emoções voltem a brotar na memória daqueles que um dia riram, choraram e aplaudiram junto conosco.

                       

 

 

Em meados  de  1977,   ano  que antecedia  o 70º  aniversário   da

imigraçao  japonesa  no Brasil,    fiz  minha primeira viagem   ao

Japão.  Muito eufórico,  senti  uma emoção tão grande quando  o

avião da JAL   ( Japan Air  Lines com  conexão  direta  São Paulo-

Toquio )     sobrevoou  o  majestoso  Monte Fuji...       Lembro-me

que  o  piloto da  (JAL) de cortesia, circulou  por duas vezês  a sua

enorme cratera, para desejar boas vindas a terra de sol nascente.

Para mim , o ato , nunca  passou  de  um  sonho  e  não  imagina-

va  que um  dia  pudesse  realizar.  Foi um sentimento de    indes-

critível emoção!    Naquele  momento,    em  meus  pensamentos,

só a imagem de meus pais,  que um dia partiram da sua terra na-

tal para tentar a sorte no Brasil...    anos e anos de trabalho,    em

prol da criaçao  e  formaçao dos  filhos...    muitos filhos por sinal 

rsrs,    e agora eu,  o  sétimo  filho desse valente casal estou aqui !   

 Eu ?   sim...   eu estava lá !         Fui   ao   Japão   para  fechar meu

primeiro contrato internacional  pela   Mjapan  ( equipe Modern

Japan ),   emprêsa  que  criei   com  três  amigos  aos  20  anos de

idade.     A paixão  que tinha pelo mundo do entretenimento artístico foi mais forte fazendo-me a abdicar  de     toda minha trajetória de formaçao profissional e me doando por inteiro a essa nova atividade.        Em  solo  japonês   foram  semanas  de  pura correrria...       Precisava     fechar    detalhes   do  contrato para o grande evento, datas, locais e etc.         Com relação   a data  marcamos  para os dias 14 e 15/01/1978.  Para a  escolha  do  local  do  evento  em  São  Paulo  tinhamos  duas  opções,  Ginasio  do  Ibirapuera com  capacidade  para  15 mil pessoas ( coberto ) ou  estadio   do   Pacaembu  ( capacidade p 40mil pessoas      e  descoberto).  Acabamos optando pelo Ibirapuera, pois como sabemos em janeiro temos época  de  chuvas   em   São Paulo.  Faríamos apresentações em SP  e estenderíamos  mais  uma  no estadio  do  Moringão na cidade de Londrina - Paraná  ( capacidade para 13 mil pessoas),    Estado   onde   a   colônia   japonêsa também estava presente em grande número...              

           

                   

Arquivo 1978 - Imagens - Fotos - MJ.

uuuy.jpg
modern japan - casa de portugal.jpg

Casa de Portugal: Reunião dançante
mensal  para sócios e simpatizantes.

Carnaval CAY. 1972 à 1980

Fotos da época, para imaginarem o tamanho do público presente  

  3 sessões -14 e 15/01/78
 Ginásio Ibirapuera ( cap. 15,mil)

+

   17/01/78  (cap. 13 mil )
   Ginásio Moringão- Londrina (PR)

=

 Pacaembú
  cap. 40 mil

Recepção de boas  vindas  

Hotel  cesar park

33.psd.jpg
       Coquetel                                       Recepção 
Hotel Cesar Park                     aeroporto Congonhas
Clic  do Show
ssss.jpg
22.jpg

 MATÉRIAS  EM JORNAIS DA ÉPOCA.

            15/01/1978

20 hs - última sessão

Agradecemos     a    todos    que    compareceram   
e      contribuiram        para   o       
sucesso   deste
espetáculo ,   que  agora   ficará       para sempre
registrado  
na   história  da imigração,         como 
evento    que    marcou    a    abertura      do 

                       
                       70º   aniversário da
               imigração japonesa   no Brasil.

                                                                                       
                                         
Parabéns!!!
                     
                       
a   todos  nikkeis, pelos 110 anos   
                  da imigração japonesa   no Brasil !! 
                                                                                                                                                                                                                                                              M.Japan.

15/01/1978

      

     15hs.

Nosso muito  Obrigado   !

14/01/1978

     15 hs.